sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Leia na integra a Edição 850 da revista A MInúscula

Leia na integra a Edição 850 da revista A MInúscula; Diante de inúmeros pedidos, em teste provisório estamos disponibilizando a edição impressa nº 850 na sua integra. Boa leitura:

Carnaval: Polícia Militar de Itapeva (SP) dá dicas para curtir com segurança

"Ó abre alas que eu quero passar, ó abre alas que eu quero passar”, já dizia a antiga marchinha de uma das festas populares mais aguardada pelo povo brasileiro: o carnaval. Que tal entrar no clima, aproveitar a mensagem deixada e fazer um "abre alas" para algumas dicas de segurança na hora de festar? De acordo com o comandante da 1ª Companhia de Policiamento do 54ª Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM/I), Capitão PM Éder Bueno, o policiamento será redobrado durante o período das festividades para garantir a festa dos foliões em Itapeva (SP), porém, autoproteção e cuidados com trânsito e bebida nunca são demais. "Nesta época do ano, costumeiramente há uma tendência no aumento de furto a residência devido ao número de proprietários das casas indo viajar, por isso além de nosso trabalhoa Polícia Militar conta muito com a colaboração da própria população para a segurança", lembra o Capitão PM Éder. A primeira orientação da Polícia Militar para quem pretende viajar neste período é que nunca deixe pra planejar a viagem de última hora, sempre antes. "Todos os anos são registrados acidentes nas estradas, muitas vezes fatais, e que poderiam ser evitados com a adoção de medidas de precaução básicas. Por exemplo, sempre fazer uso do cinto de segurança, não fazer consumo de bebida alcoólica antes ou durante a condução do veículo e, obviamente, respeitar a sinalização de trânsito, principalmente a de velocidade da via para evitar qualquer transtorno durante a viagem", explica. Segundo o oficial da PM, é importante que, antes de viajar, as famílias certifiquem-se de terem trancado janelas e portões, além de evitar deixar outros utensílios de valor na área externa das casas, como bicicletas ou roupas no varal. “Se deixar a casa sozinha, contar com o apoio de vizinhos e tomar estes cuidados básicos são estratégias que diminuem as possibilidades de furto. Se possível, deixe algum amigo ou familiar atendendo a casa e que ele possa também recolher as correspondências, verificar se a casa está em ordem e, eventualmente acender algumas luzes durante a noite e apagar durante o dia, não deixando acesa pra não demonstrar que não tem ninguém na residência. Ao chegar a seu destino, as orientações são as mesmas e devem ser usadas no imóvel em que a família se hospedará. Outra dica é evitar comentar com pessoas que não fazem parte do círculo familiar e nem de amizade que será feita a viagem”, conta. O melhor horário para fazer a viagem é durante o dia devido às melhores condições de visibilidade. O Capitão da PM explica que o interessante é evitar horários de pico. "Em período de carnaval o maior movimento normalmente é na sexta-feira das 15h até 00h, e no sábado das 07h até às 15h. No retorno do carnaval, na terça-feira, há um grande volume de tráfego das 14h às 00h". Se o deslocamento for feito por meio de motocicletas, os motoristas devem também lembrar de utilizar capacete. “Quem fará uma viagem longa, precisa usar técnicas de direção defensiva: fazer pausas de 2h em 2h horas e poupar o corpo de excessos físicos um dia antes da viagem. Além de claro, respeitar as sinalizações de trânsito, planejar a viagem e também não consumir bebida alcoólica nem antes e nem durante a condução da moto”. Mas não são apenas os motoristas que precisam de atenção redobrada neste carnaval. "Aos foliões, vale lembrar que o carnaval é um ótimo mês pra se divertir, porém, a alegria, felicidade e lazer não precisa estar veiculado ao uso da bebida. Ao sair, sempre usar roupas leves, principalmente carregando poucos bens, evitando bolsas, celulares e objetos de valor pra evitar que uma diversão se torne no transtorno de ter um objeto furtado. Por fim, respeito ao próximo é o principal, sempre agindo com tolerância e respeito", finaliza Éder. Disque Emergência - A Polícia Militar está pronta para atender a população através de seu serviço de emergência que pode ser acionado através do número 190 de qualquer aparelho de telefone, fixo ou celular. No momento da ligação é importante manter a calma, se identificar e dizer com clareza o que está acontecendo, qual o endereço da ocorrência e, se possível, um ponto de referência para que a viatura encontre mais fácil. Polícia Militar, você pode confiar.

quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

O POLICIAL MILITAR DESTAQUE DO MÊS

O Cabo PM José Ananias de Oliveira Neto foi eleito Policial Militar do mês de janeiro de 2016 no 54º Batalhão de Polícia Militar do Interior (54º BPM/I), sediado em Itapeva (SP), após sucesso em ocorrência envolvendo vítima de 80 anos onde foi mantida refém. A ocorrência que fez Cabo PM Neto conquistar o título de 'PM do Mês' aconteceu no dia 14 de janeiro, na cidade de Itaberá (SP). "Nossa equipe foi solicitada para atender um roubo em andamento, onde uma vítima de 80 anos estava sendo mantida refém sob ameaça de morte por dois criminosos, ambos armados com um facão e uma arma de fogo. Segundo informações, a vítima ficou presa na cozinha enquanto eles roubavam a residência. Nós iniciamos imediatamente as buscas e localizamos tanto um dos suspeitos quanto os objetos furtados", conta o patrulheiro. Um dos ladrões foi encontrado escondido em sua casa. Com ele, os policiais acharam uma TV de 30 polegadas, dois aquecedores e um rádio, além do facão e a arma usada no crime. O criminoso foi conduzido ao plantão onde permaneceu à disposição da Justiça. De acordo com o Comandante Interino do 54º Batalhão, Major PM Silvio Amaral Soares, a conduta do policial o fez ser indicado para a honraria. "Essa conduta abnegada, com resoluções rápidas sem dúvidas mostram o quanto o Cabo PM Neto é um profissional sereno e zeloso que prima pela qualidade de seu serviço, demonstrando ser leal e consciente de suas responsabilidades, assim tornando-se exemplo a ser seguido pelos seus pares", finaliza o Oficial. PM do Mês - A escolha do 'PM do Mês' ocorre mensalmente em três níveis diferentes: Companhia, Batalhão e Comando de Policiamento do Interior (CPI). Cada Companhia escolhe sua melhor ocorrência do mês e envia para o Comandante do Batalhão, que seleciona a de maior destaque na área de abrangência que atinge 17 municípios. Já no CPI-7, sediado em Sorocaba, a escolha se dá entre os 78 municípios da região.

Prefeitura decreta Ponto Facultativo no Carnaval

A Prefeitura de Itararé decretou Ponto Facultativo nas repartições públicas municipais na segunda-feira, dia 8 e na quarta-feira, dia 10 de fevereiro, período de Carnaval. Na terça-feira (9) é feriado nacional. O decreto não se aplica à Guarda Municipal, Vigilância, Varrição de Ruas, Cemitério e Coleta de Lixo.

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

POLÍCIA MILÍTAR DE ITARARÉ APREENDE SIMULACRO DE “ARMA DE FOGO”

No dia 1º deste mês de fevereiro por volta das 07h15min da manhã, a Polícia Militar foi solicitado por populares , denunciando que um rapaz que havia ameaçado pessoas e efetuado roubos de celulares com arma de fogo na área comercial em datas anteriores , estava nas proximidades novamente . Os policiais militares seguiram até o endereço citado e encontraram o rapaz, escondido em uma casa abandonada no bairro Ginásio. O autor foi conduzido a Delegacia onde foi apreendido o objeto, um simulacro de uma arma de fogo modelo Pistola 9 mm, que pela aparência bem real oferecia uma situação de risco na pratica de crimes contra os cidadãos de Itararé, este responderá pelo Crime em liberdade.

QUEREM TIRAR DEUS DA CEDULA DE 50 REAIS

No começo dos anos 80, a população total do Brasil era de cerca de 120 milhões de pessoas. Dessas, 89% pertenciam à religião católica. Apenas 1,6% das pessoas se diziam sem religião, 6,6% eram evangélicas e 3,1% se identificavam com outras crenças. Por isso, não é de se estranhar que a grande maioria da sociedade não se incomodou com a inclusão da frase em nossa moeda em 1986. Na época, nós tínhamos acabado de adotar o cruzado, e o então presidente da República, José Sarney, solicitou que o Banco Central imprimisse a expressão na nova moeda. Sarney tomou como base outros modelos econômicos, como o dos EUA, que incluía a expressão “In God we trust” (“Em Deus nós acreditamos”) nas notas de dólares. Expressão "Deus seja louvado" surgiu em 1986 nas notas de Cruzado
E o estado laico? De uns anos para cá, a tal laicidade do Brasil está cada vez mais no centro dos debates. Para os defensores laicistas, o fato de a expressão “Deus seja louvado” estar presente em nossa moeda só demonstra como o nosso país ainda é politicamente ligado à religião. De 1980 até hoje, o espectro religioso mudou. A porcentagem de católicos caiu para 64,6%, de acordo com o censo de 2010 do IBGE. Os evangélicos já representam 22,2% da população, e 5% pertencem a outros credos. O número de pessoas que se dizem sem religião também subiu para 8%. No Estado laico, nenhuma religião deveria interferir em políticas públicas e sociais. Todos os cidadãos deveriam ser tratados igualmente, independente de sua crença. Oficialmente, o Brasil é um país laico, já que a nossa Constituição prevê a liberdade e a igualdade de credos, além do respeito às diferentes manifestações religiosas. O que vemos, entretanto, é um número cada vez maior de religiosos em posições políticas, levando seus dogmas para as discussões e decisões em todas as esferas de poder. Retirada da expressão Em 2010, o Ministério Público Federal resolveu “comprar a briga” dos laicistas e solicitou que o Banco Central retirasse a expressão “Deus seja louvado” das cédulas de real como forma de contemplar todas as religiões presentes em nosso país. A iniciativa foi do procurador Jefferson Aparecido Dias, que é católico.
A proposta, porém, não vingou. Em 2012, a Justiça Federal negou o pedido do Ministério Público e decidiu que a expressão vai continuar aparecendo em nossa moeda. A juíza Diana Brunstein alegou que a presença do nome de Deus nas cédulas de real não interfere no Estado laico, já que sua simples citação na moeda não induz nenhum indivíduo a adotar qualquer tipo de religião com base no dinheiro.
Todos os direitos reservados - Hélio Porto Comunicações Ltda.
Fone: (15) 3532-3314 - Rua Campos Salles, 1261 - Itararé-SP - Cep.: 18460-000