quinta-feira, 28 de setembro de 2017

UM ASSUNTO FUNERAL DEU ESTREIA A BANCADA DE OPOSIÇÃO AO PREFEITO HELITON

UM ASSUNTO FUNERAL DEU ESTRÉIA A BANCADA DE OPOSIÇÃO AO PREFEITO HELITON
O comércio funerário em Itararé é um monopólio que se estende há mais de 50 anos, explorado pela Sociedade Vicentina. Por diversas vezes houve a tentativa de instalar uma concorrência comercial neste segmento com a permissão de outras agências funerárias,mas não passou de uma tentativa frustrada. O prefeito Heliton do Valle que vinha de forma cômoda governando já hã mais de 9 meses sem uma oposição virtual, tendo os 13 vereadores da Câmara em fiel diálogo político, agora ao tentar mudar a politica funerária, provocou o vespeiro e permitiu a criação de uma frente oposicionista vigorosa. O projeto de lei 47/2-17 de autoria do prefeito propondo nova regulamentação para a exploração funerária de Itararé entrou em discussão na sessão de segunda feira (25)e dividiu o parlamento municipal. Os vereadores Beto do Gás, Ednilson Genaro, Marcinho Guerreiro, Sergio Stadler, Tião do Bairro e Yago Manel´s (6) se alinharam com o Chefe do Executivo. Os vereadores Clei, Darci Coutinho, Professor João, Julião do Rede, Roberto Cogo, Rodrigo Fadel e Peneira se posicionaram em confronto com o prefeito. (7) O projeto de Lei foi rejeitado e vai para os arquivos, a ao prefeito ficou constituído um primeiro recado. Talvez o prefeito tenha até razão ao propor uma concorrência neste setor para beneficio da população, mas certamente não contava com toda esta dispersão.

Um comentário:

  1. O capitalismo predador transforma em negócio rentável até a morte. Na situação atual, capitalismo monopolista. Na proposta do prefeito, capitalismo concorrencial. Num e noutro, o povo que se lixe ou que morra.

    ResponderExcluir

Todos os direitos reservados - Hélio Porto Comunicações Ltda.
Fone: (15) 3532-3314 - Rua Campos Salles, 1261 - Itararé-SP - Cep.: 18460-000