domingo, 10 de setembro de 2017

Falece o diácono Lucas Ferreira

Falece o diácono Lucas Ferreira.
A missa das 7h30 deste domingo (10)na Igreja de São Pedro foi celebrada com o corpo presente do nosso sempre diácono Lucas Ferreira, falecido em Curitiba no dia 9 de setembro. Sempre alegre com suas brincadeiras e piadas num permanente bom humor, Lucas Ferreira foi meu mestre e amigo. Na década de 50, Lucas ainda não era diácono ainda mas já dedicava sua vida entre o magistério e a Igreja a quem havia convertido recentemente graças ao empenho de seu grande amigo Isaltino (Tino) que havia conseguido tirá-lo da frente protestante para o catolicismo. Bem relacionado com as crianças, Lucas foi uma coluna rígida na criação e manutenção da Congregação Mariana Infantil de Itararé, fundada pelo Padre Teotônio, por volta de 1955. Por sua interferência fui nomeado secretário da Congregação e aprendi a redigir e ler as suas atas. A seu convite e por ele fui agregado a confecção do jornal "O Marianinho" onde iniciei minha vida de jornalismo. Ajudei o Lucas na difusão da literatura cristã, quando o mesmo tornou-se representante da Editora Paulina, Vozes e outra mais, cuidando de uma pequena livraria especializada na entrada da igreja de forma voluntária. Foi o Lucas que insistiu com a minha mãe pelo meu ingresso no curso ginasial depois de ser reprovado por 3 vezes no difícil exame de admissão, inclusive ministrando aulas particulares graciosamente para que eu vencesse este obstáculo. Adolescente, o Lucas já diretor do jornal O Guarani, levou-me para a redação onde dei meus primeiros passos decisivos na imprensa escrita. Foi em parceria com ele que criamos o personagem Gatão, que redigíamos semanalmente e que depois foi continuado por outros e até hoje tem um espaço no veterano jornal. Na Tribuna de Itararé tivemos a coluna do HELU (Helio e Lucas) na década de 60/70. Ultimamente estávamos privados de um maior contato, pois o Lucas havia se transferido para Curitiba, mas no auge de seus 80 anos, ainda era o meninão de sempre, cativando amigos e servindo com fidelidade e amor a Igreja que abraçou com extrema devoção. Ao seu velório realizado na igreja recebeu a visita de seus velhos e eternos amigos e as 10 horas seu féretro caminhou pela Rua São Pedro com destino a sua última morada física. No plano espiritual certamente já se integrou a comunidade santa na gloria de Deus. Descanse em paz velho mestre e amigo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os direitos reservados - Hélio Porto Comunicações Ltda.
Fone: (15) 3532-3314 - Rua Campos Salles, 1261 - Itararé-SP - Cep.: 18460-000